, "description": "Após o parto: como reequilibrar corpo e mente." }
Hora do Cuidado

Descobrindo um novo equilíbrio mental e físico

Após o parto: como reequilibrar corpo e mente.

POST01-LP-MAMAE-CHICCO-V2

Se tornar mãe, especialmente de primeira viagem, resulta em significativas mudanças físicas, emocionais e relacionais. Inevitavelmente, resultará também em desequilíbrios por um certo período de tempo, uma vez que a mulher é sobrecarregada por seu novo papel como mãe, o que pode fazer com que ela perca de vista suas próprias necessidades. Vejamos algumas dicas que nos ajudarão a abordar melhor este período e recuperar nosso equilíbrio mais cedo ao invés de mais tarde.
 

Uma gravidez pela primeira vez: como uma nova mãe se sente

Logo nos primeiros meses após o parto, a tarefa de cuidar do bebê pode atingir uma mãe como um turbilhão, consumindo todo o seu tempo, energia e atenção. Como resultado, ela pode acabar se privando de todas as atividades e interesses que a ajudavam a recarregar as energias e a se sentir bem consigo mesma e com seu parceiro, e a gostar de estar com os outros. Algumas mães continuam tendo dificuldades para encontrar tempo para si mesmas, mesmo muito tempo depois de terem dado à luz. Isso, às vezes, é devido a obstáculos reais, como não ter ninguém que possa ajudar a cuidar da criança, mas outras vezes é simplesmente o resultado de não delegar responsabilidades ou pedir ajuda. Não é raro que as mães se sintam culpadas por reservar algum tempo para si mesmas e, infelizmente, elas costumam se acostumar a fazer sacrifícios.
 

Aprendendo a ser mãe E mulher

Reservar algum tempo para fazer algo que você gosta é crucial e também beneficiará muito a criança. Ser mãe é uma responsabilidade em tempo integral, e todos nós precisamos encontrar maneiras de recarregar as energias para que possamos estar no nosso melhor. Com o tempo e a prática, será cada vez mais fácil passar do papel de "mãe" para o papel de "mulher", mas no início isto pode ser bastante desafiador e, como resultado, sua vida como casal também pode precisar de reajustes. Os sacrifícios pessoais, especialmente se eles se tornarem um modo de vida, podem impactar significativamente no bem-estar da mãe, o que, em última instância, também afetará a vida familiar e até mesmo a criança.
 

Ajustando a vida em casal

Às vezes, o fato das pessoas tornarem-se pais pode ser tão esmagador que elas deixam de lado sua identidade de "casal" e concentram toda sua atenção em informações sobre a vida e o bem-estar do bebê, negligenciando completamente a intimidade e a química com seu parceiro, pelo menos por um tempo. Manter uma comunicação saudável é fundamental e permite que cada parceiro tome consciência de quaisquer necessidades ou questões para que estas possam ser compreendidas e tratadas, através de ajuda recíproca.

A maternidade é uma experiência rica e uma grande oportunidade para crescer e ver a vida por novos ângulos, o que pode ajudar uma mulher a redescobrir e recriar um novo e melhor equilíbrio físico e mental.

A expressão "Uma mãe e..." deve nos lembrar que os sacrifícios não devem se tornar um hábito, mas que devemos redescobrir quem somos e continuar com nossas vidas como mulheres e profissionais, mesmo quando desfrutamos da maravilhosa experiência da maternidade.

Sobre o mesmo tema

Artigos

Artigos

Artigos